Linguagem: além da necessidade, um prazer

A linguagem, desde os primórdios, configura entre as necessidades básicas mais importantes do ser humano para sua sobrevivência e perpetuação, seja ela em qualquer forma de expressão: falada, em gestos, através de símbolos ou mesmo ruídos. Recapitulando a história, as mais diversas variações linguísticas a par dos acontecimentos transformadores do mundo até a atualidade possuem, em suas raízes, não somente traços de sobrevivência e adaptação, mas o contexto sociocultural, histórico e antropológico dos respectivos momentos em que se deram.

O pensamento e sua relação com a vontade de expressão como necessidade intrínseca de se fazer entendido e a ideia aliada à vontade imanente de expressar a si – talvez como uma comprovação, um meio de tornar conhecida para si ou para outrem a própria existência – tem feito com que o homem buscasse, incessantemente, enriquecer os atributos linguísticos ao longo do percurso da História, ainda que de maneira não propriamente direta, mas como algo inconsciente surgido como representação da força de necessidade de adaptação aos novos rumos da sua espécie em sociedade. E agora, mais do que nunca, o homem nunca esteve tão comunicativo.

Depois do surpreendente salto tecnológico das últimas décadas, o mundo nunca mais parou. Desde então, o homem também tem buscado acompanhar esse ritmo e, mais uma vez, porém agora com intensidade nunca antes vista, a linguagem nos remete às suas raízes, ao seu templo, à sua essência, desafiando a todos a experimentar e vivenciar seu poder.

Este ano de 2017 pode ser considerado o ano mais comunicativo de toda a história, em questão de aprendizado de novas línguas e seus respectivos usos para além das fronteiras. Durante todo o ano, milhares de pessoas fizeram downloads de novos apps criados exclusivamente para a aprendizagem de novos idiomas, e semelhante a este número registrou-se também a quantidade de acessos às plataformas onlines e canais de videoaulas; criação de grupos em redes sociais para “trocas de ajuda” com idiomas por parte de pessoas do mundo todo, desde o francês ao árabe. O mais incrível de tudo é que a maioria de todas essas ações foram realizadas não mais apenas por necessidade, mas pelo puro prazer de falar um idioma novo. Ou dois, ou cinco.

Em contraste com o progresso dos novos rumos linguísticos, a estimativa de acordo com John McWhorter, doutor em Linguística pela Stanford University, apresenta que em 2100 cerca de cinco mil e quinhentas línguas estarão extintas (THE HISTORY OF HUMAN LANGUAGE, Introduction, 02, The Teaching Company Limited Partnership, 2004), o que certamente se daria devido ao moderno cotidiano do mundo amplamente sistemático e digital onde, dentro de alguns anos, não mais se acharia vantagem na utilização de diferentes idiomas. Por outro lado, possa ser que o prazer resultante do aprendizado de uma nova língua por milhares de pessoas ao redor do globo impeça esse processo de extinção em larga escala, uma vez que atualmente estudar idiomas se encontra tão em alta.

A linguagem é a expressão mais vívida, real, precisa e primária do homem ao tomar consciência de si e de sua existência. É o modo através do qual a humanidade tem avançado em seu percurso ao longo da história, é o ponto de partida para o entendimento das origens das mais diversas culturas do mundo. O conhecimento de diferentes linguagens proporciona o retorno no tempo às suas respectivas origens, ao conhecimento da história de seus respectivos povos com todas suas tradições, gostos e costumes. O processo de aprendizagem de um novo idioma possibilita grandes oportunidades, não apenas material, mas mais importante que isso, pessoal. Estudar um idioma impele o indivíduo a lançar-se no desafio de superar a si mesmo a cada nova palavra aprendida, a cada novo livro estrangeiro lido sem necessidade de tradução, a cada país visitado onde se possa conversar livremente e celebrar a vida com todos em sua respectiva língua.

Já estuda algum idioma? Se não, que tal começar agora mesmo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s